KULÉ KULÉ

faixa KULEKULE

Na linguagem banto, “Kulé” significa raiz, no singular, e “Kulé Kulé” é raízes, no plural. Numa realização da Universidade Federal de Alagoas (NEAB e EDUFAL), em parceria com a Ideário, KULÉ KULÉ é uma série de publicações voltada para os programas de Formação de Professores, vem sendo desenvolvida desde o ano de 2004, numa linha editorial sobre a diversidade étnico-racial brasileira.  Kulé Kulé resulta da procura por novos materiais, novas fontes e objetos capazes de atualizar o debate sobre as populações e as culturas afro-negras do Brasil e de Alagoas, e, por outro lado, busca contribuir para a sensibilização mais ampliada sobre nosso envolvimento direto e constante com as características culturais do universo em foco.

Os livros publicados da série são:

Kulé Kulé – Educação e Identidade Negra
Esta publicação contribui para que educadores e educadoras, impulsionem novos olhares e atitudes pedagógicas nos cotidianos escolares.

Kulé Kulé – Visibilidades Negras
O tema central deste volume faz alusão ao fato de que a presença afro-brasileira passa muitas vezes despercebida daqueles segmentos sociais que, não raro, lançam mão desse patrimônio em suas vidas cotidianas; mesmo que o processo histórico perverso tenha colocado obstáculos à consciência desta marcante presença.

KuléKulé – AfroAtitudeS
Coletânea de artigos dedicada a narrar as experiências de trabalho entre professores e alunos em torno do tema das relações raciais e das políticas públicas concernentes, como é o caso do sistema de cotas no sistema superior de ensino.

Kulé Kulé – Religiões Afro-Brasileiras
Coletânea de artigos com a temática sobre as formas de religiosidade afro-brasileiras atuantes em nosso meio.